retorna
  :: Artigo selecionado
  Cachoeira Arco Iris
27/05/2017

MAGNOLIA DOS ANJOS
RS - XANGRI-LA
RESUMO A Cachoeira do Arco-Íris, Arroio Bonito ponto turístico da Pelotas Colonial. O turismo, provoca impactos sobre o meio físico. Por isso a importância da metodologia denominada CARMI ( Conservação Ambiental dos Recursos e Monitoramento dos

Área(s) de Atuação que o Presente Artigo trata
Biologia
Meio Ambiente e Biodiversidade
Ecoturismo


Cachoeira Arco Iris

Magnólia Dos Anjos

 

Scheila Graziela Rigotti

 

Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI

Gestão Ambiental  Turma GAM 0173– Prática do Módulo V

18/06/2015

RESUMO

A Cachoeira do Arco-Íris, Arroio Bonito ponto turístico da Pelotas Colonial. O  turismo, provoca impactos sobre o meio físico. Por isso a importância da metodologia  denominada CARMI ( Conservação Ambiental dos Recursos e Monitoramento dos Impactos). O Manejo do impacto de visitante (VIM), relativo à área que da Cachoeira do Arco Íris iniciou com a observação sistematizada, medidas detalhadas dos indicadores de impactos  com a utilização de  GPS e entrevista com proprietários. 2ª fase é a análise dos objetivos do manejo;  3ª é a Seleção de Indicadores (solo, vegetação, visitantes, produção de lixo ... 4ª  Determinação dos Indicadores. Reflorestamento. Saneamento e Adequação ao Código Florestal.

 

Palavras-chaves: Metodologia CARMI

    

 

BREVE DESCRIÇÃO

A Cachoeira do Arco-Íris, Arroio Bonito , é um dos pontos e atrativos do Pelotas Colonial. O balneário da Cachoeira do Arco íris e Arroio Bonito, apresenta uma distância aproximada do município de Pelotas RS em torno de 48 km pela BR 392, e no km 102 do município de Canguçu aprox. 22km.

Apresenta um fluxo expressivo em épocas de temporadas, sendo  aprox. 300 pessoas por finais de semanas. A área de belezas naturais oferece aos visitantes, locais para balneabilidade, lazer  e entretenimento.

CONSERVAÇÂO AMBIENTAL

O turismo, como toda e qualquer atividade econômica, provoca impactos sobre o meio físico, especialmente, ao se considerar que o produto turístico é consumido no local de produção.

A metodologia  proposta  denominada CARMI ( Conservação Ambiental dos Recursos e Monitoramento dos Impactos), tem como objetivo , contribuir para a sustentabilidade das áreas naturais que apresentam fluxo de visitantes. Trata-se  de um processo de  manejo que oferece soluções para controle ou redução dos impactos que ameaçam a qualidade  ambiental  e do produto turístico oferecido por estas áreas.

O  método aplicado na área da Cachoeira do Arco íris, é dividido em oito etapas  sendo elas :  Pré levantamento de informações, análise dos objetivos da área, indicadores de impactos, monitoramento dos indicadores, identificação das prováveis causas de impactos,  determinação das estratégias de manejo e implementação.

 

Para o estudo realizado sobre a metodologia que corresponde ao Manejo do impacto de visitante (VIM), utilizou-se a área que corresponde a Cachoeira do Arco Íris o recurso natural com grande  expressão nos roteiros Turísticos  que envolvem a Região de Pelotas Colonial. 

Aplicou-se os passos correspondentes a tabela metodológica, observação sistematizada, medidas detalhadas dos indicadores de impactos  com a utilização de  GPS e a  complementação de uma entrevista realizada com o proprietário o Sr. Luciano Weege da Costa, com o objetivo de levantar através da entrevista maiores informações sobre a área visitada.

 

1 Pré-Levantamento de Informações – segundo a família do proprietário local, a área que conta com 7 ha onde localiza-se uma cascata com 12 m de altura, possui objetivos de lazer e recreação. O mesmo desconhece as questões legais que amparam os recursos naturais.

 

 

 

 

 

2 Análise dos objetivos do manejo: Atualmente não existe plano de manejo, observou-se que o proprietário o local desenvolveu  um plantio de mudas na parte superior  do terreno com distribuição de  nativas por toda a área.  O local recebe em torno de 300 visitantes/ finais de semana   em épocas de verão , com um ingresso correspondente a R$ 5,00 por visitante.  

 

3 Seleção de Indicadores:Foram selecionados os indicadores com maior visibilidade:Vegetação, Solo, água,  Construções, Lixo, Número de visitantes.

 

4 Determinação dos Indicadores: Foram determinados conforme o impacto visual, considerando–se alguns de primeira ordem passiveis de serem mensurados) e posteriormente os de segunda ordem (necessitam análises adicionais).

 

 Indicadores de primeira ordem / impactos considerados

 

a)    Árvores danificadas/ Cobertura Florestal

Foram realizadas  observação  de árvores com placas indicativas pregadas Construções de Churrasqueiras:construção de churrasqueiras apox.  4,5 m da margem  do Arroio Bonito,queimadas diretas no solo, por apresentar simplesmente o entorno de tijolos.

b)    Erosão do Solo -            Provocada pelas águas da chuvas   nos 3 pontos de descida para o Arroio Bonito.

c)    Pedras Pichadas - Escritas de letras com inicias de nomes de pessoas, ocasionadas pela má conduta dos visitantes  em locais de patrimônio histórico por ex. no moinho do ano de 1959.Local que hoje é utilizado e conservado pelos proprietários para o Uso do Bar do Balneário.

d)    Alagamento  - Identificados alagamentos próximos a construções dos  sanitários .

e)    Infra-Estrutura inadequada.- Canalização externa do escoamentos dos dejetos dos sanitários.

g) Raízes expostas - Nos locais de erosão do solo

 

Indicadores  de segunda ordem / impactos:

 

a)    Compactação do Solo: provocada  pelo  número expressivo de visitantes  e pela presença de carros.

b)    Grau de balneabilidade da água:Identificado pela canalização dos sanitários a parte inferior do Arroio Bonito..

 

Determinação das Estratégias de Manejo  no primeiro momento.

 

 

  •  Definir um local específico para o estacionamento  fechando o atalho e não permitindo  a descida dos carros até  a área de fluxo  turístico.

 

·         Remover as churrasqueiras: Tirar as churrasqueiras e pia do local que se encontram, pois no Codigo Florestal, 12.651/2012, Artigo 3 inciso II Área de Preservação Permanente - APP: área protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.

Construindo-as no estacionamento atual, no material de alvenaria de cantaria com colchão de cantaria, para não haver agressão ao solo.

 

 

  • : Saneamento do esgoto gerado pelos banheiros e pias:

Codigo florestal–Art 2o.VerResoluções302 e 303 do CONAMA (ADIN)

Consideram-se de preservação permanente, só  pelo feito desta as florestas e demais formas de vegetação natural situadas:

 a) ao longo dos rios ou de qualquer curso d'água desde o seu nível mais alto em faixa marginal cuja largura mínima seja:

 1)De 30 (trinta) metros para os cursos d'água de menos de 10 (dez) metros de largura;

b)ao redor das lagoas, lagos ou reservatórios d'água naturais ou artificiais; ( resolução CONAMA 302)

Com base na Lei, temos a proposta de uma fossa ecológica e ou um projeto de reaproveitamento de excretos humanos

Modelo da construção do projeto para reaproveitamento do excremento humano: Compostagem termofílica é a quarta maneira de se lidar com excrementos humanos. Este tipo de compostagem envolve o cultivo de microorganismos que adoram calor (55 a 60º), ou termofílicos, no processo de compostagem. Microorganismos termofílicos, tais como bactérias e fungos, podem criar um ambiente no composto que destrói organismos causadores de doenças potencialmente presentes nas fezes, convertendo o humanure" (human+manure), ou seja o estercumano (esterco+humano)"seguro, de aspecto e odor agradáveis, para uso de horticultura."
"Compostar significa converter material orgânico em solo ou, mais precisamente húmus. Húmus é uma substância marrom ou preta, resultado da degradação de material orgânico ou restos vegetais."

Forma de lidar com excremento humano é COMPOSTÁ-LO lentamente por um período prolongado de tempo. Esta é a forma empregada pela maioria das casas de banho compostáveis comerciais. A compostagem lenta geralmente ocorre a temperaturas abaixo da do corpo humano que é de aproximadamente 37º. Este tipo de compostagem elimina a maioria dos organismos patogênicos em questão de meses, e acaba por eliminar todos os patógenos humanos, após transcorrido tempo adequado. Compostagem a baixa temperatura cria um aditivo de solo útil que é ao menos seguro para uso em jardins, hortas e pomares.

 

  • Desenvolver um projeto de reflorestamento;

 

  • Construir estruturas de acordo com o ambiente natural para a contenção do solo e da exposição de raízes, tendo em vista os impactos da erosão;

 

  • Retirar lixeiras presas as árvores estruturando no solo com envoltórios de costaneiras: Lixo orgânico é todo lixo que tem origem animal ou vegetal, ou seja, que recentemente fez parte de um ser vivo. Numa linguagem mais técnica e moderna, abordaríamos os resíduos sólidos, sendo seu componente biológico a matéria orgânica, Mesmo na atualidade esse tipo de lixo é considerado poluente e, quando acumulado, o lixo orgânico muitas vezes pode tornar-se altamente inatrativo, mal-cheiroso, em geral devido à decomposição destes produtos. Mas, caso não haja um mínimo de cuidado com o armazenamento desses resíduos cria-se um ambiente propício ao desenvolvimento de microorganismos que muitas vezes podem ser agentes que podem causar doenças.
    Lixo inorgânico inclui todo material que não possui origem biológica, como plásticos, metais e ligas, vidro, etc. Considerando a conformação da natureza, os materiais inorgânicos são representados pelos minerais.

 

  • Estruturar descidas e subidas , bem como contenções laterais;

 

  • Travessia segura para segunda cachoeira: por não ser uma travessia segura, projetamos uma passarela feita com pilares e tabuleiro de guias de madeira . Considerando o uso da madeira em pinus tratado/autoclavado.

Protegendo o bioma existente.

  • Desenvolver junto a órgãos competentes um estudo de balneabilidade.

 

 

 

 

 

 

 

 


MAGNOLIA DOS ANJOS
RS - XANGRI-LA

Indique este Artigo enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3677353036


 retorna

 

  :: Pesquisa Artigos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade