retorna
  :: Caso selecionado
  LEVANTAMENTO DA AVIFAUNA NA RPPN PARQUE SÃO MARCELO.
26/02/2013

FRANCISCO ROGERIO TEIXEIRA
SP - MOGI-GUAÇU
Levantamento avifaunístico. Trabalho realizado com o objetivo de elaborar Relatório de Pesquisa para Estágio na RPPN. Parque são Marcelo. Mogi Guaçu, SP. 2003.

Área(s) de Atuação que o Presente Caso trata
Biologia
Meio Ambiente e Biodiversidade
Inventário, Manejo e Conservação da Fauna


Os levantamentos avifaunísticos são ferramentas bastante úteis, tanto na avaliação da qualidade de ecossistemas terrestres como em monitoramentos de alterações provocadas em função da grande diversidade de aves e de nichos ecológicos que exploram. (Sick, 1997; Andrade, 1993). Assim a detecção de variações nas populações ou desaparecimento de espécies de aves podem indicar alterações provocadas no ambiente onde vivem (Almeida, 1987).

Segundo Terborgh (1992), a aves respondem diferencialmente aos distúrbios ambientais. Aves predadoras de topo ou predadores/dispersores de sementes, que invariavelmente necessitam de milhares de hectares para sobreviver, são as mais rapidamente afetadas. Outras se adaptam bem a ambientes antrópicos, normalmente aquelas mais generalistas, como a corruíra (Troglodytes aedon) e o bem-te-vi (Pitangus sulphratus).

Stiles (1985) diz que a conservação de aves envolve a preservação dos habitats e de outros recursos requeridos durante sua vida. O sucesso dos esforços para a preservação dependendo do conhecimento das causas e extensão da variação nas populações, bem como na detecção das espécies mais sensíveis às alterações em seus habitats (Loiselle & Blake, 1992). Para Willis & Oniki (1992), os estudos de aves no Mato Grosso do Sul e outras áreas interioranas devem ser prioritárias em conservação, já que estas áreas relativamente pouco conhecidas abrigam muitos ambientes com espécies diferentes.

Esta pesquisa teve como principal objetivo identificar quantitativamente, a avifauna existente no Parque Florestal São Marcelo, localizado na região de Mogi Guaçu-SP, abordando aspectos ecológicos, tais como: biodiversidade, habitats e habitos alimentares.

A pesquisa foi desenvolvida em áreas remanescentes de vegetação nativa estacional semi-decidual do Parque São Marcelo apresentando as seguintes coordenadas geográficas: long. 46°, 58 min, 17.899 seg.; lat.-22°, 22 min, 06.166 seg., mantido pela empresa International Paper do Brasil ltda, localizada no município de Mogi Guaçu-SP.

De acordo com os resultados obtidos pode-se verificar que, a maior quantidade de espécies foi da família Emberizidae com 13 espécies levantadas e as famílias que obtiveram o menor numero de espécies foi a Columbridae, Ardeidae, Ramphastidae, Cathartidae e Corvidae com apenas uma espécie cada. notou-se que 22% das espécies são insetívoras e 3% são granívoros e frugívoros, entre estes extremos estão os piscívoros alcançando 13% do total das espécies levantadas.

A frequência de aves, por região, mostra que 100% das espécies levantadas foram observadas próximas à cursos d’água, sendo que 26% do total, foram identificadas em florestas nativas, 14% em florestas plantadas e 16% em pomar de frutas.

Palavras-chave: Avifauna, Levantamento, RPPN.


FRANCISCO ROGERIO TEIXEIRA
SP - MOGI-GUAÇU

Indique este Caso enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3677333237


 retorna

 

  :: Pesquisa Casos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade