retorna
  :: Artigo selecionado
  Caracterização de variedades locais de melancia de duas comunidades tradicionais da Bahia
04/11/2014
Caracterização de 18 variedades locais (VLs) de melancia de duas comunidades da Bahia: Tanque Novo (Casa Nova) e Vereda do Mari (Sento Sé).

Área(s) de Atuação que o Presente Artigo trata
Biologia
Biotecnologia e Produção
Melhoramento Genético


Deisy Aiane L. de Aquino1; Maria Luciene da Silva2; Eliza Maiara N. de Sena1; Irlane Cristine de  S. A. Lira1; Leila Regina G. Passos2; Caroene de L. Araujo1; Maria Aldete J. da F. Ferreira3

¹Universidade de Pernambuco-UPE, BR 203 Km 2 S/N,  Campus Universitário, Vila Eduardo, Petrolina-PE; 2FACEPE/Embrapa Semiárido, CP 23 Petrolina-PE; 3Embrapa Semiárido, CP 23 Petrolina-PE, aldete.fonseca@cpatsa.embrapa.br

 


RESUMO

Esse trabalho teve como objetivo caracterizar 18 variedades locais (VLs) de melancia de duas comunidades da Bahia: Tanque Novo (Casa Nova) e Vereda do Mari (Sento Sé). O experimento foi conduzido na Estação Experimental do Bebedouro da Embrapa Semiárido (Petrolina-PE) com delineamento inteiramente casualizado com cinco plantas por parcela. Para a caracterização morfológica preliminar foram avaliados os seguintes caracteres de fruto: peso, cor da polpa, comprimento, diâmetro, espessura da casca na inflorescência, espessura da casca no pedúnculo, cor da casca, cor das listras, espessura das listras e teor de sólidos solúveis. Para análise de agrupamento das características quantitativas empregou-se a distância euclidiana média, sendo aplicado o algoritmo UPGMA para agrupar as variedades locais. Foi feita a análise de componentes principais, com os valores médios, para verificar a capacidade discriminatória das características originais. Observou-se que há grande variabilidade genética entre as VLs de melancia destas comunidades, significando que as variedades têm plasticidade frente a fatores bióticos e abióticos. Dentre os caracteres avaliados, a cor da polpa e o peso do fruto tiveram maior contribuição para a variabilidade genética (29% e 64%, respectivamente). A análise de agrupamento revelou cinco grupos.

 

Palavras chaves: Citrullus lanatus, variabilidade genética, conservação on farm.


Indique este Artigo enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3577333938


 retorna

 

  :: Pesquisa Artigos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade