retorna
  :: Artigo selecionado
  A educação e as tecnologias da informação e comunicação
28/01/2017
atualizado em: 30/01/2017
Apresentação de canal no Youtube que se propõe oferecer uma contribuição para o processo ensino-aprendizagem na educação básica através de vídeos didático-pedagógicos e de textos sobre temas relacionados com educação, ciência, tecnologia e sociedade

Área(s) de Atuação que o Presente Artigo trata
Biologia
Meio Ambiente e Biodiversidade
Educação Ambiental


 Eu e meu amigo Sílvio Luiz Saviani, também biólogo, criamos um canal no Youtube com o objetivo de oferecer a professores e alunos da educação básica uma pequena contribuição através da postagem de videos e da discussões e reflexão a respeito de temas relacionados à educação, à ciência, às tecnologias e seus reflexos na nossa sociedade. Segue abaixo trecho do texto do blog que postaremos em breve, onde destacamos alguns princípios que orientam a elaboração do material do canal.

 Os professores e educadores de um modo geral não podem abrir mão das ferramentas oferecidas pelas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) no desenvolvimento das atividades didático-pedagógicas, como mais uma alternativa no seu arsenal de instrumentos. 
    O uso dessas ferramentas, entretanto, deve estar integrado e ser planejado minuciosamente para obedecer às diretrizes do projeto político pedagógico de cada unidade escolar. 
    Por outro lado, apesar do sistema educacional ser um dos aparelhos de reprodução da  sociabilidade do capitalismo contemporâneo,   apresenta contradições e é sempre possível criar condições dentro do sistema para o desenvolvimento de uma consciência crítica a respeito do  próprio sistema, visando uma educação de boa qualidade, através da  socialização dos conhecimentos mais desenvolvidos e historicamente acumulados, na perspectiva da emancipação humana e de seu desenvolvimento pleno. 
   Os princípios que orientam a elaboração desses vídeos são: 
- a crítica epistemológica das ciências, visando contextualizar historicamente a produção do conhecimento. 
- a valorização do lúdico e da imaginação como elementos importantes tanto no processo de ensino-aprendizagem quanto no processo de construção do conhecimento científico. 
- a socialização do conhecimento científico historicamente acumulado como uma herança social humanizadora. 
- a crítica da utilização do conhecimento científico e tecnológico como instrumento de opressão e da destruição da matriz ambiental natural. 
- a observação do ambiente que nos rodeia: praças, jardins, poças d´água, feiras-livre, supermercados, etc. como laboratórios para pesquisa educacional.

 



                                    Sobre o Primeiro Vídeo Postado 
               
  

 O primeiro vídeo que postamos é sobre um dos primeiros grupos de plantas que conquistaram o ambiente terrestre, há mais de 300 milhões de anos. Trata-se dos musgos (Divisão Bryophyta), este vídeo sobre os musgos tem por objetivo oferecer aos professores(as) mais uma ferramenta didática no ensino de ciências e biologia. Deve ser entendido como uma codificação, que após ser assistido por professor(a) e alunos, ofereça uma oportunidade para discussões, debates e reflexão sobre as estruturas e o funcionamento das primeiras plantas que conquistaram o ambiente terrestre. 
    Como os musgos são plantas cujas estruturas são pouco notadas em função do seu pequeno tamanho, optamos por chamar a atenção do espectador comparando a escala de tamanho das mesmas com a de uma formiga, sugerindo inicialmente tratar-se de uma formiga gigante. Procuramos assim estimular a imaginação dos espectadores. 
    Oferecemos apenas informações básicas e exortamos os espectadores a se aventurarem em uma incursão pelas proximidades de onde moram ou da escola onde estudam para detectar e observar essas fascinantes plantas. 
    O professor(a) terá oportunidade de aprofundar as informações oferecidas, adicionar novas informações e/ou explorar aspectos não abordados no vídeo. 

    O professor(a) terá oportunidade de aprofundar as informações oferecidas, adicionar novas informações e/ou explorar aspectos não abordados no vídeo. 

 


Figura 1: Foto de musgos, feita com lupa digital. Em primeiro plano cápsulas e setas de esporófitos. É possível observar as seguintes estruturas da capsula: opérculo, preristômio e caliptra. Material colhido na praça Mamonas Assassinas, Parque CECAP, Guarulhos -SP.

 Link do vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=W2XSrsckO5A&t=1s


Indique este Artigo enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3477343931


 retorna

 

  :: Pesquisa Artigos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade