retorna
  :: Artigo selecionado
  Ocorrência de enteroparasitas em mãos de escolares de ensino fundamental, Vitória, ES.
05/03/2016

GER FACCO DO COUTO
ES - VITORIA
o presente estudo objetivou identificar a ocorrência de ovos de helmintos e cistosde protozoários em mãos de alunos de uma escola da rede pública de ensino municipal de Vitória, estado do Espírito Santo (ES).

Área(s) de Atuação que o Presente Artigo trata
Biologia
Saúde
Análises Clínicas


RESUMO

Esse estudo objetivou avaliar a freqüência de ovos de helmintos e cistos de protozoários em mãos de escolares através do isolamento, identificação e quantificação de parasitos das amostras antes e após a orientação de lavagem correta das mãos. Foi desenvolvido em uma Escola de Ensino Fundamental da rede pública Municipal em Vitoria, ES. As coletas foram realizadas em alunos de 5 turmas em abril de 2010. Em cada turma foram escolhidos aleatoriamente 15 alunos. Realizou-se a coleta do material das mãos dos alunos utilizandose o método de Graham (1941). As lâminas foram examinadas em microscopia óptica. Posteriormente, foi feita uma orientação sobre a correta lavagem das mãos, foi solicitada a realização desse procedimento aos estudantes e uma nova coleta foi realizada. Utilizouse um questionário dirigido aos alunos, contendo questões relacionadas aos hábitos de higiene e saneamento básico. Dentre os 75 alunos examinados nas coletas das mãos, 20 estavam contaminados com parasitas, perfazendo um total de 27%. Foram identificados ovos dos helmintos Ascaris lumbricoides (52% de frequência), Enterobius vermicularis (24%) e Trichuris trichiura (5%) e cistos do protozoário Entamoeba coli (19%). Poliparasitismo ocorreu em um aluno (A. lumbricóides e E. vermiculares). Observou-se que com o aumento do nível de escolaridade houve uma diminuição de positividade das amostras. Após a orientação correta da lavagem das mãos não foi registrado nenhum parasito, evidenciando a importância da educação em saúde bem como a melhoria do ensino. Palavras-chave: Parasitoses. Escolares. Mãos.

ABSTRACT

This study aimed to evaluate the frequency of helminth eggs and protozoan cysts in hands of schoolchildren through the isolation, identification and quantification of parasites before and after the guidance of proper hands washing. It was developed in a school in Vitoria, ES. The samples were taken in students from five classes in April 2010. In each class were randomly selected 15 students. Students hands material were sampled using the method of Graham (1941). The laminas were examined using optical microscopy. After the direction on the proper washing of hands It was requested to conduct this procedure to students and a new Sample was taken. Was performed a questionnaire to students with questions related to hygiene and sanitation. Among the 75 students surveyed in the collections of the hands, 20 were infected with parasites, making a total of 27%. We identified helminth eggs of Ascaris lumbricoides (52% of frequency), Enterobius vermicularis (24%) and Trichuris trichiura (5%) and cysts of protozoan Entamoeba coli (19%). Polyparasitism occurred in one student (A. lumbricoides and E. vermiculares). It was observed that with increasing education level was a decrease of positive samples. After the correct orientation of hand washing has not registered any parasite, indicating the importance of health education and improving education. Keywords: Parasites. Students. Proper hands washing.


GER FACCO DO COUTO
ES - VITORIA

Indique este Artigo enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3077343539


 retorna

 

  :: Pesquisa Artigos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade