retorna
  :: Caso selecionado
  Lixões geram prejuízo anual na saúde de cerca de R$ 1,5 bilhão
03/10/2015

RUTHELLY VIERECA SENA ROCHA
MG - MONTES CLAROS
Estudo revela que até 75 milhões de brasileiros têm lixo descartado de forma errada.

Área(s) de Atuação que o Presente Caso trata
Biologia
Meio Ambiente e Biodiversidade
Educação Ambiental


Segundo um levantamento da ONG Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA, na sigla em inglês), o governo brasileiro gasta cerca de R$ 1,5 bilhão por ano através do Sistema Único de Saúde (SUS) com doenças causadas pela destinação incorreta de resíduos. O estudo, que avaliou o impacto dos três mil lixões do país, foi feito em parceria com o Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb) e com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Até 75 milhões de brasileiros têm seu lixo depositado em locais errados, o que acarreta impactos na saúde da população e ao meio ambiente.

Contabilizamos não só os custos para tratamento dos problemas de saúde das pessoas, provocados principalmente pela existência e manutenção dos lixões, mas também o impacto de perdas de dias de trabalho por afastamento médico, os custos psicossociais causados aos moradores das áreas próximas aos lixões e os danos ambientais motivados por essas unidades regulares”, explica o vice-presidente do ISWA, Carlos Silva Filho, que também é diretor executivo da Abrelpe.

O depósito em lixões resulta em emissões de substâncias tóxicas, como metano, dióxido de carbono, benzeno e cádmio. Como a exposição a alguns destes elementos químicos pode ser cancerígena, moradores vizinhos aos lixões ou que trabalham com os resíduos, como catadores de materiais recicláveis e funcionários de limpeza urbana, são os principais afetados.

Além disso, há os danos ambientais, como a poluição do ar e a contaminação do solo e de lençóis freáticos. Estima-se que, entre 2010 e 2014, o período abrangido pelo estudo, foram gastos R$ 8,4 bilhões com prejuízos ao meio ambiente.

A previsão não é animadora. Estima-se que, entre 2016 e 2021, a produção de resíduos provoque um prejuízo de R$ 13 bilhões a R$ 18,6 bilhões no Brasil. Nos entanto, os pesquisadores ressaltam que o cálculo é conservador, já que não considera o fechamento dos lixões e o impacto causado por esta medida a longo prazo.

 

FONTES:


O Globo-Lixões provocam prejuízo anual de R$ 1,5 bi à saúde
O Estado de S. Paulo-Lixões geram prejuízo anual de US$ 370 mi para sistema de saúde

http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/lixoes-geram-prejuizo-anual-na-saude-de-cerca-de-r-15-bilhao/

 


RUTHELLY VIERECA SENA ROCHA
MG - MONTES CLAROS

Indique este Caso enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3077343331


Imagens / Fotos do Caso 
  O depósito em lixões resulta e ...

 retorna

 

  :: Pesquisa Casos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade