retorna
  :: Artigo selecionado
  MEIO RURAL DA BACIA HIDROGRÁFICA CORUMBATAÍ: INTERDISCIPLINARIDADE, USO E CONSERVAÇÃO
18/10/2012

FABIO HENRIQUE COMIN
SP - SANTA RITA DO PASSA QUATRO
Os resultados revelam que estudos sobre o conhecimento rural são de extrema relevância para compreender a relação do homem com a natureza nessas áreas e que o saber local é compatível com o saber “ecológico”. www.ppgs.ufscar.br/.../GTs_sessao.pdf

Área(s) de Atuação que o Presente Artigo trata
Biologia
Meio Ambiente e Biodiversidade
Gestão Ambiental
Gestão de Recursos Hídricos e Bacias Hidrográficas


texto completo em www.ppgs.ufscar.br/.../GTs_sessao.pdf Comin, Fabio H; Gheler-Costa, Carla; Garavello, Maria Elisa P. E. - ESALQ/USP comin@esalq.usp.br, cgheler@gmail.com; mepegara@esalq.usp.br BIOTA-FAPESP Ruralidades e Meio Ambiente O complexo da Bacia do Corumbataí é um agroecossistema onde as alterações sofridas nos processos de uso e ocupação do solo causam danos ambientais diretos e inevitáveis no seu conjunto. Os estudos ecológicos feitos em agroecossistemas priorizam os remanescentes florestais, a hidrologia e as matas ciliares, a matriz agrícola, a fauna e suas relações e, muitas vezes inserem a população rural como causadora dos danos ambientais, seja pelas práticas agrícolas inadequadas ou pela degradação ambiental provocadas pelo uso indiscriminado dos recursos. Com intuito de conservar ecossistemas de interesse, muitos trabalhos de cunho ecológico propõem como alternativas o fortalecimento de políticas públicas, corredores florestais, educação ambiental ou o cumprimento das leis ambientais. No entanto, sem incluir o entendimento da população rural sobre os elementos naturais, não há como garantir a conservação na prática. Uma vez que consideramos as comunidades rurais dos agroecossistemas como as protagonistas das ações de conservação, focalizamos neste estudo a necessidade de sua inserção nas propostas de conservação, considerando-as como elemento integrante do todo. Através de método interdisciplinar assumimos o caráter utilitário do conhecimento rural, e de como esses conhecimentos podem ser incorporados às propostas de conservação para enfrentar a atual crise “ecológica” na bacia. Os resultados revelam que estudos sobre o conhecimento rural são de extrema relevância para compreender a relação do homem com a natureza nessas áreas e que o saber local é compatível com o saber “ecológico”. Por serem complementares podem indicar novas formas de entendimento da biodiversidade, além de orientar estratégias para conservação dos recursos naturais no campo. Fábio Henrique Comin - ESALQ/USP. Biólogo, Especialista em Educação Ambiental, Mestre em Ecologia de Agroecossistemas pela USP (2007). Doutorando em Ecologia Aplicada pelo Programa de Pós-Graduação Interunidades – PPGI-EA/ESALQ/CENA/ USP. Atua com temas relacionados Sociedade, Natureza, Conservação e Etnoecologia.

FABIO HENRIQUE COMIN
SP - SANTA RITA DO PASSA QUATRO

Indique este Artigo enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3077333032


 retorna

 

  :: Pesquisa Artigos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade