retorna
  :: Caso selecionado
  Caracterização sócio-ambiental como subsidio para criação de uma Unidade de Conservação na Ilha Feia, Penha - Santa Catarina
15/05/2009

PATRICIA CUADRADO ESCUDERO
SC - BARRA VELHA
Caracterização da vegetação e fauna da Ilha Feia, terrestre e aquática, a fim de determinar a sua importância ecológica, assim como suas potencialidades e fragilidades na manutenção do ambiente insular, tendo como objetivo a proposta de uma UC.

Área(s) de Atuação que o Presente Caso trata
Biologia
Botânica
Manejo e conservação da vegetação
Taxonomia/Sistemática vegetal
Ecologia
Ecologia de ecossistemas
Ecologia da paisagem
Legislação ambiental
Manejo e conservação
Meio ambiente
Gestão ambiental
Informática
Geoprocessamento
Oceanografia
Biologia Marinha (Oceanografia biológica)
Conservação e manejo da fauna
Zoologia
Taxonomia/Sistemática animal


A Ilha Feia, Penha – SC, é uma ilha costeira do litoral centro-norte catarinense e por ser um ecossistema com acesso relativamente difícil (3 km da costa aproximadamente e com dificuldade de desembarque), mantém um estado considerável de conservação. Desta forma, esta pesquisa buscou realizar uma caracterização sócio-ambiental da Ilha feia, considerando o meio antrópico, físico e biótico, a fim de determinar a sua importância cultural e ecológica, assim como suas potencialidades e fragilidades na manutenção do ambiente insular. Para a análise social, foram aplicados questionários a turistas, usuários, barqueiros e escuneiros da região abrangida (Municípios de Penha, Balneário de Piçarras e Barra Velha) durante a temporada de verão de 2005. Para a caracterização da vegetação foi utilizado o Método Expedito de Levantamento não Sistemático de Caminhamento (FILGUEIRAS et al, 1994). A caracterização do ecossistema aquático envolveu operações de mergulho científico, utilizando-se duas técnicas de amostragem: o Bell transect ou Transecto de Faixa, a fim de caracterizar o relevo e biota existente, e o Point Intercept Transect ou Transecto de Ponto, a fim de determinar o perfil do costão e a distribuição dos organismos (ROGERS et al., 1994). O mapeamento do uso do solo foi elaborado através da utilização do software ArcMAP para Windows (ESRI, 2002), realizando o georeferenciamento da área e a delimitação de diferentes tipologias de vegetação (floresta, estágios sucessionais, e outros) e do uso do solo (clareiras, trilhas). Foi feita também pesquisa bibliográfica referente à região, aos ecossistemas existentes no local e as Unidades de Conservação – UCs. Verificou-se que a comunidade tem grande estima pela Ilha Feia e está conscientizada da necessidade de sua gestão para a manutenção da biodiversidade hoje presente no local. A caracterização ambiental determinou que a ilha apresenta formação Floresta Ombrófila Densa em estado médio à avançado de regeneração na maioria da área e em estado inicial de regeneração na encosta mais atingida pela influencia antrópica. O ecossistema marinho apresenta características similares a outros locais do litoral catarinense. Não foi constatada a presença de espécies bioindicadoras, endêmicas ou ameaçadas de extinção. O conjunto dos resultados obtidos permitiu elaborar o Mapa de Caracterização e Uso do Solo e determinar a categoria de Parque Estadual mais adequada a ser implantada a Ilha Feia. Contudo, serão necessários esforços no sentido de envolver a comunidade no processo de implantação, assim como envolver aos órgãos públicos, já que a importância ambiental e sócio-cultural deste patrimônio insular foi justificada.


PATRICIA CUADRADO ESCUDERO
SC - BARRA VELHA

Indique este Caso enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=307732


Imagens / Fotos do Caso 
 
  Mapa de Caracterização e Uso d ...
  Fotografia dos trabalhos de ca ...

 retorna

 

  :: Pesquisa Casos
contenha a palavra 
Regional 
Nome do(a) Biólogo(a) 


pesquisar



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade