retorna
  :: Notícia selecionada
19/06/2013  Ave rara, ameaçada de extinção, é encontrada em Itaiópolis

Uma raridade da biodiversidade da Mata Atlântica foi encontrada em uma reserva Odir Zanelatto, na cidade de Itaiópolis (SC) neste fim de semana. Um jovem exemplar de Spizaetus ornatos, ou gavião-de-penacho, foi fotografado pelo casal fundadores do Instituto Rã-bugio, de Jaraguá do Sul, Elsa e Germano Woehl. Os ambientalistas são conservadores da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Odir Zanelatto, localizada nas cabeceiras do rio Itajaí.

Segundo Elza, a mesma espécie já tinha sido observada pelo casal em 2010, mas essa foi a primeira vez que eles conseguiram fotografar o gavião. A ave está na lista oficial do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) como ameaçada de extinção na Mata Atlântica.

— Vimos ele perto de uma gralha amarela, que é um de seus alimentos. Depois saiu voando e pousou em uma árvore, foi quando conseguimos fazer os registros —, relata Elza.

O gavião-de-penacho se reproduz somente a cada três anos e tem apenas um filhote por vez.

— Acreditamos que esse jovem gavião que foi fotografado esta semana seja filho daquele que vimos em 2010, que já era um adulto —, avisa.

Elza alerta também que por  ser uma ave de rapina sofre com perseguição.

— As pessoas acham que eles vão comer os animais domésticos. Por isso que é importante preservar as florestas. Com mais espaço tem mais animais para eles comerem e manterem o equilíbrio —, destaca.

Este gavião é reconhecido pelo penacho em cima da cabeça e chega a medir 67 centímetros. Ele se alimenta de outras aves menores, mamíferos (ratos, gambás, serelepes, quatis e porcos-espinho) répteis (lagartos, cobras, sapos), que captura tanto no solo quanto nos galhos da copa das árvores.



Indique esta Notícia enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?idNtc=3777373732


 retorna


 :: Pesquisa Noticias
contenha a palavra 

pesquisar
opções
avançada



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade