retorna
  :: Notícia selecionada
11/06/2014  Substâncias Nocivas e Resíduos
GIRLANY ROCHA SILVA
MG - UBERLANDIA

Substâncias Nocivas e Resíduos
Substâncias químicas são parte integral do dia-a-dia e, atualmente,  mais de 100 mil substâncias diferentes encontram-se em uso. Indústrias que produzem e utilizam essas substâncias têm um enorme impacto em termos de geração de empregos, comércio e crescimento econômico mundial.

Entretanto, apesar dos benefícios provenientes de substâncias químicas, é cada vez mais conhecido o potencial impacto adverso que tais substâncias podem causar à saúde humana. Entre estas se incluem:

Substâncias persistentes, biocumulativas e tóxicas (PBTs);
Substâncias químicas cancerígenas ou mutagênicas, ou que afetam negativamente os sistemas reprodutor, endócrino, imunológico ou nervoso;
Produtos químicos que oferecem perigos imediatos (tóxicos, explosivos, corrosivos);
Poluentes orgânicos persistentes (POPs),
Gases causadores de efeito estufa e substâncias destruidoras do ozônio (ODS);
Resíduos hospitalares, caso não sejam adequadamente manejadas e descartadas.

Os impactos causados por estas substâncias no meio ambiente podem afetar espécies sensíveis e ecossistemas e até causar problemas em larga-escala, como a eutrofização da água e depleção do ozônio estratosférico.

Substâncias Nocivas e Resíduos Perigosos

O progressivo ritmo de crescimento da produção, do comércio e do uso global de substâncias químicas (o consumo de químicos em países em desenvolvimento pode chegar a um terço do consumo mundial em 2020) coloca países, populações e governos frente ao complexo desafio de descontinuar, limitar ou readequar o uso de substâncias químicas em função de suas consequências, seu desenvolvimento econômico e tecnológico e capacidade de gestão.


A economia global está também testemunhando um aumento rápido na geração de resíduos perigosos (resíduos industriais, águas residuais, óleos, baterias usadas etc). Tais resíduos não somente oferecem riscos por sua própria natureza, mas também apresentam o potencial de contaminação de grandes quantidades de resíduos não-perigosos, caso não manejados separadamente. A segregação, o tratamento e o descarte apropriado de resíduos perigosos são, portanto, de grande importância.

Substâncias Nocivas



A atuação do PNUMA nesta área inclui o papel de facilitador das negociações de tratados internacionais sobre químicos e resíduos, oferecendo Secretariado para:


Convenção de Basiléia para o Controle dos Movimentos Transfronteiriços de Resíduos Perigosos e sua Disposição;
Convenção de Viena para a Proteção da Camada de Ozônio;
Convenção de Roterdã (ou Convenção PIC) sobre o Procedimento de Consentimento Prévio Informado para o Comércio Internacional de Certas Substâncias Químicas e Agrotóxicos Perigosos;
Convenção de Estocolmo sobre Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs);
Protocolo de Montreal sobre Substâncias que destróem a Camada de Ozônio;
Programa Global de Ação para a Proteção do Meio Ambiente Marinho de Atividades Baseadas ns Terra;
Abordagem Estratégica para o Manejo Internacional de Substâncias Químicas.



11 de junho de 2014
 
           Escritório do PNUMA no Brasil - UNEP Brazil Office - Oficina del PNUMA en Brasil             
Setor de Embaixadas Norte, Quadra 802, Conjunto C, Lote 17, CEP 70800-400 – Brasília/DF
Tel: (+55 61) 3038-9233 / Fax: (+55 61) 3038-9239 pnuma.brasil@pnuma.org

GIRLANY ROCHA SILVA
MG - UBERLANDIA

Indique esta Notícia enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?idNtc=3677383435


 retorna


 :: Pesquisa Noticias
contenha a palavra 

pesquisar
opções
avançada



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade