retorna
  :: Notícia selecionada
29/03/2011  Livro desvenda as ações ilegais na floresta e debate o uso responsável da madeira.
THIAGO PAIVA DE PAULA
MT - CUIABA

No dia 29 de março, a Rede Amigos da Amazônia, uma iniciativa dos Centros de Estudo em Sustentabilidade e em Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas, lança a publicação “Madeira de Ponta a Ponta: O caminho desde a floresta até o consumo”, que retrata o cenário da produção, beneficiamento, transporte e comercialização da madeira no Brasil e destaca o importante papel do poder público como regulador e comprador responsável de madeira nativa da Amazônia.

A obra faz um panorama desde as florestas no mundo e seus serviços ambientais até os desafios e barreiras à produção e consumo responsável de madeira. São apontados os esforços no controle e aplicação de tecnologias para uma melhor gestão pública, buscando gerar menos conflitos na floresta, menos emissões de gases de efeito estufa e reverter a grande evasão fiscal decorrente da exploração ilegal de madeira.

“Compreender a complexidade da cadeia produtiva da madeira e as diferentes modalidades de fraudes praticadas é a nossa contribuição para aqueles que, de alguma forma, atuam para combater a ilegalidade desde a produção na floresta até o consumo final, seja no setor público, privado ou na sociedade civil”, destaca Malu Villela, coordenadora da Rede Amigos da Amazônia e uma das autoras do livro. “Com isso, esperamos resgatar a importância da madeira para as compras públicas e o mercado da construção civil, bem como posicionar o manejo florestal sustentável como importante ferramenta para a conservação e gestão da floresta”, completa.

Rica em ilustração e infográficos, “Madeira de ponta a ponta” é uma publicação conduzida como uma reportagem, que reúne entrevistas com especialistas e atores envolvidos na cadeia da madeira e traz uma série de dados recentes sobre a exploração madeireira no mundo e na Amazônia. Em especial, o livro explora informações sobre a evasão fiscal decorrente do comércio ilegal da madeira no país, o que, atualmente, corresponde a um valor superior ao orçamento do governo federal para a gestão e manejo de parques, florestas e demais áreas protegidas nacionais. É apresentada, ainda, uma reflexão sobre o tema das mudanças climáticas ao abordar o manejo florestal madeireiro e seus benefícios econômicos no mercado de carbono.

O evento de lançamento será realizado no auditório da Fundação Getulio Vargas, em São Paulo, e contará com a participação do jornalista Sergio Adeodato, um dos autores e principal condutor das entrevistas para o livro, que envolveram incursões em diferentes regiões da Amazônia. Participarão o secretário de Florestas do Acre, Sr. João Paulo Mastrangelo, o embaixador Britânico no Brasil, Sr. Alan Charlton e um representante da secretaria de meio ambiente do estado de São Paulo e da prefeitura de São Paulo, que debaterão o tema junto à plateia.

“Madeira de Ponta a Ponta” é uma publicação idealizada pela Rede Amigos da Amazônia com financiamento do Department for Environment, Food and Rural Affairs (Defra) do Governo Britânico e apoio da Comissão Europeia.

Fonte: Ascom Fundação Getulio Vargas

THIAGO PAIVA DE PAULA
MT - CUIABA

Indique esta Notícia enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?idNtc=3377333233


 retorna


 :: Pesquisa Noticias
contenha a palavra 

pesquisar
opções
avançada



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade