retorna
  :: Notícia selecionada
09/12/2011  Perereca-de-Paranapiacaba (Extinta)!
RADAMES ABRANTES DE SOUSA ARAUJO
SP - SAO BERNARDO DO CAMPO

Nome científico: Phrynomedusa fimbriata

Descoberta e Publicada: Miranda-Ribeiro, 1923

Listada como extinta, porque não foi registrada a mais de 80 anos.

Phrynomedusa fimbriata
é considerada extinta pelo critérios da IUCN, ocorria no Alto daSerra de Paranapiacaba, sendo a única localidade de ocorrência dessa espécie.

Descrição: É uma perereca que possui pupila vertical, de coloração verde nas partes dorsais. O único exemplar encontrado mede 45,6 mm de comprimento.

Motivos da extinção: Perda/degradação de habitat, caça/captura excessiva, perseguição, introdução de espécie exótica, poluição, perturbação humana. A construção e operação da ferrovia, poluição proveniente de Cubatão pode ser considerado fatores determinantes, por alterar drasticamente o sensível habitat desse exemplar de anfíbio.

Segundo o Centro de Conservação de Répteis e Anfíbios -IBAMA, após uma revisão na coleção de Werner Bokermann foi encontrado um indivíduo de P. fimbriata
datando dos anos de 1950 registrado no Estado de Santa Catarina. Em SP existe apenas um exemplar depositado na coleção do Museu de Zoologia da USP.

Alguma novidade dos antigos moradores e aventureiros a respeito desta espécie de perereca? Quem tiver fotos de pererecas com pupilas verticais (como nos gatos) por favor postem aqui, pois a maioria das pererecas é de pupilas horizontais, e outra característica é uma faixa que se destaca no corpo verde, na porção anterior do animal.

RADAMES ABRANTES DE SOUSA ARAUJO
SP - SAO BERNARDO DO CAMPO

Indique esta Notícia enviando o Link:
http://www.crbiodigital.com.br/portal?idNtc=3077353630


 retorna


 :: Pesquisa Noticias
contenha a palavra 

pesquisar
opções
avançada



Copyright 2007  -   contatocrbiodigital@crbiodigital.com.br  -   privacidade